Páginas

domingo, 21 de março de 2010

...calar a voz.

falamos de tudo e de todos,sem pensar no nosso amanha...pois pode nos acontecer!já falei,critiquei,comentei da forma que não devia...e num futuro muito próximo...calei-me...!
Sentei-me sobre o assunto...e saiu-me um "lol" irónico ...pois é; mas valia estar quieto!Mas não, há coisas que são inevitáveis...nem dei por isso,quando sub já estava f....!Ou melhor alguém já me podia criticar!de qualquer forma caguei...são pessoas que não me interessam...
Como hoje,domingo, achei um mal aspecto 2 jangussos estarem a beber cerveja na pastelaria!!!mas estava errado!pois porque eu não conseguia beber álcool visto ter tido uma noite "liquida" de mais!!!ter tido um aspecto parecido aos ogres do "senhor dos anéis" na noite!!!Afinal eu é que estava com olhos de ressaca, a beber uma agua de litro e meio,cansado, despenteado e pouco mais!!!Os 2 bonecos estavam... tranquilos... saudáveis a fazer o que não costumo fazer...saborear a cerveja!!!Pois ao sábados a noite até a garrafa tem mau aspecto,te tanto medo que se tem que acabe o álcool, nem o rotulo fica intacto!!!será nervos!!!!Pois é...como posso criticar os homens...se eu...no mesma tarde,tinha mais alcool no sangue que os 2 juntos.


2 comentários:

  1. e essa mágoa, essa angústia, essa dor incessante não tem uma luz ao fundo do túnel?
    para mim, o mais cego é sempre aquele que não quer ver...
    parece que te cingiste a uma direcção e deixas as outras seis cores do arco-íris passar-te ao lado... mas uma cor não completa sozinha o arco-iris da vida...
    ai mosss alarga esses horizontes e pensa que só tu podes ser dono de ti próprio...
    olha para o lado... em todos os cantinhos existe cor e vida... sabias?
    eu tenho a certeza que sabes quem sou!!!

    ResponderEliminar
  2. vou ser sincero nem sei quem és e nem me interessa...porque não me conheces assim tão bem como pensas...porque o que está escrito não é nem magoa,nem nada disso...não há qualquer tipo de luz para ver...miuda,peço desculpa mas só estou a falar da ressaca que tinha nada mais.

    ResponderEliminar